domingo, 10 de fevereiro de 2013

TSUNAMI DE SENTIMENTOS


Tinha esquecido do perigo que é colocar o seu 
coração nas mãos do outro e dizer:
toma, faz que quiser.


 Sem rancor, sem saudades, sem tristeza.
Sem sentimento especial a não ser a certeza de que,
afinal, 
o tempo passou.


Mudei muito,
e não preciso que acreditem na minha mudança
para que eu tenha mudado.


A pior coisa do mundo é quando alguém faz 
você se sentir especial,
e de repente te deixa de lado.
E ai você tem que agir como se 
não se importasse.


Não se preocupe,
 não vou tomar medida drástica,
tem coisa mais auto destrutiva do que insistir
sem fé nenhuma ?


As vezes me descompenso,
e preciso do meu Silêncio... 
Para equilibrar as minhas emoções...


Eu já quis que o destino me surpreendesse ...
QUIS MUITO !
Hoje eu só espero que ele não me decepcione.


A impressão que tenho é que nunca vai passar...
Que a cicatriz não fecha...
Que só de esbarrar sangra.


Durante algum tempo fiz coisas antigas,
como chorar e sentir saudade da maneira mais
 humana possível.
Não solucionaram.


Eu constantemente sinto saudade das coisa que perco,
mas não as quero de volta.
Já doeu uma vez.



Fico pensando que nunca mais vai se repetir,
é só uma vez,
a única,
e vai me magoar sempre.


Não sei, deixo rolar.
Vou olhar os caminhos,
o que tiver mais coração,
 eu sigo.


Se de repente eu desaparecer,
talvez seja porque eu tenha ido em busca 
de mim mesmo !


Uma mistura de sentimentos dentro de mim
neste momento,
mas vou deixar se sobressair apenas os bons,
apenas o que trazem a felicidade.

Textos: Caio Fernando Abreu

video

GUNS N´ROSES

Sweet Child O´ Mine - Minha doce criança


















Nenhum comentário:

Postar um comentário